Inicial Feira do Livro O mundo espírita da Feira do Livro

22 -April -2018 - 09:01
O mundo espírita da Feira do Livro PDF Imprimir E-mail
Escrito por Marcelo Farina (2º semestre)   
Ter, 08 de Novembro de 2011 16:53

A literatura espírita vem atraindo cada vez mais o público nos últimos anos. Isso se faz notar pelo número de livros sobre o tema encontrados na 57ª Feira do Livro.  Mas afinal, por que o mundo dos espíritos chama tanta atenção assim?
A jornalista Maria Cristina Noch, 56 anos, estava na feira à procura de livros espíritas e encontrou várias opções. “Não dá para dizer quais são os livros preferidos porque a literatura espírita é muito vasta", afirmou.


O jornalista explicou que a princípio quem é espírita procura ler primeiro as obras básicas: Evangelho, Livro dos Espíritos, A gênese, Céu e Inferno e Livro dos Médiuns. "Além desses, têm os romances. Eu sou meio preguiçosa para ler mas livro espírita estou sempre lendo”, confessou.

Cristina relata que segue a doutrina há mais de 20 anos e é frequentadora nata de casas espíritas. “Não foi por nenhum filme que passei a ser espírita até porque nem todo filme é fiel, na íntegra, ao que prega a doutrina. Foi por opção mesmo e estudar e cada vez se aperfeiçoar melhor rumo à evolução”. Entre as obras que a jornalista pretende adquirir nesta feira estão Dores da Alma, Prazeres da Alma e Educação dos Sentimentos.

Foto: Thais DrummondJá a dona de casa Cândice Cristiane Assunção buscava mais conhecimentos teóricos do tema. “Quero mais esclarecimentos espíritas do que romances. Gosto muito de esclarecer as dúvidas. Frequento centros espíritas, mas ainda me considero aprendiz”, afirmou. 

A professora aposentada Sílvia Silveira foi à feira com o intuito de comprar livros como o Evangelho, Surto de Consciência, A Dor da Alma e Milagres da Cura. “Eu acredito piamente que nós temos muitas coisas aqui que são consequências de outras vidas. Em função disso, estou buscando terapias para ajudar as pessoas”, explicou.

Rosângela Terra, representante da Banca Federação Espírita, relatou que os mais vendidos são as obras básicas, citadas anteriormente, que custam entre três e cinco reais e os livros mais caros custam na faixa de 40 reais. Ela faz uma breve definição do perfil do cliente para esse tipo de livro. “É espírita ou espiritualista. Alguns outros vêm por curiosidade. Mas geralmente são aqueles que já trabalham ou frequentam uma casa espírita”, ressaltou.

Rosangela diz que é espírita há 37 anos e sua banca existe desde o primeiro ano de Feira do Livro em Porto Alegre. Ela acredita que essa literatura poderia ser melhor divulgada. “Estamos vendendo bastante. Mas queremos vender mais ainda. Às vezes não é tão falado, mas mesmo assim tem bastante gente. Imagina se a propaganda fosse maior”, salientou.


Última atualização em Seg, 22 de Setembro de 2014 19:00