Inicial Legalidade

19 -April -2018 - 12:47
Legalidade - General Machado Lopes PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
Qua, 24 de Agosto de 2011 16:47

General Machado Lopes

A sequência de fatos que levou Mazzilli à Presidência envolveu os ministros militares Odílio Denys, da Guerra, Gabriel Grün Moss, da Aeronáutica, e Sílvio Heck, da Marinha. Eles tentaram impedir a posse do vice-presidente, João Goulart. Machado Lopes, comandante do III Exército, inicialmente manteve-se fiel à hierarquia militar, mas acabou aderindo à Campanha da Legalidade, após ordem do comando militar para bombardear o Palácio Piratini e silenciar a Rede da Legalidade.

Lopes colocou-se a favor da posse de Jango, insubordinando-se contra as ordens de Denys, ministro da Guerra. Com a posse de Jango, foi convidado para o Ministério da Guerra, mas não aceitou o cargo. Em setembro de 1964 foi para a reserva como marechal, aposentando-se em 1969. Contudo, o apoio do III Exército foi crucial na Rede da Legalidade formada por Brizola.

Luiz Guilherme Alves

Última atualização em Qua, 24 de Agosto de 2011 18:43