Inicial Tarde em Pauta ENEJ 2013 reúne empresas juniores de diversas áreas

19 -January -2018 - 05:30
ENEJ 2013 reúne empresas juniores de diversas áreas PDF Imprimir E-mail
Escrito por Lucas Abati (3º semestre)   
Qui, 11 de Julho de 2013 20:14

O Encontro Nacional de Empresas Juniores de 2013, realizado no Centro de Eventos da Fiergs, em Porto Alegre, reuniu empresas de diversos lugares do Brasil. Alunos de engenharia, administração, informática, entre outros cursos, vieram a Porto Alegre na busca da troca de experiências. O ENEJ é um evento organizado pelo Movimento Empresa Júnior (MEJ), realizado anualmente em diferentes estados e conta com uma temática diferente a cada ano. Em 2013, o evento traz palestras, workshops e cases com o tema “Seja o exemplo”.



O diretor de qualidade da TCP Engenharia Civil, Jorge Mussato, veio de Londrina no Paraná para mostrar o diferencial que a empresa agrega para seus colaboradores. “A gente trabalha bastante com aspectos de liderança, comunicação, relacionamento e networking”, disse Mussato. Também representando os engenheiros, o consultor Renato Éverton, da Up Consultoria, de Itabira, Minas Gerais, destacou o diferencial de quem participa das empresas juniores. “Esse evento é uma coisa a mais que a gente tem em relação aos alunos que não participam desse movimento”, afirmou.


Confira a galeria de fotos
Membros das empresas juniores dividiram suas experiências no encontro.

Já a empresa No Bugs, de cidade mineira de Viçosa trabalha com desenvolvimento de sites, sistemas web, aplicativos para as plataformas Android e iOS. Há 16 anos no mercado, a No Bugs está entre as 20 melhores empresas juniores do país, conta com um extenso portfólio e foi a desenvolvedora do site oficial do ENEJ 2013.

A Facto - Agência de Comunicação, foi criada há oito anos na Universidade de Brasília, depois da ideia ser proposta em um Trabalho de Conclusão de Curso, pela necessidade de conhecer mais sobre Assessoria de Imprensa na graduação. “A maioria dos clientes vem por indicação, a gente faz um diagnóstico e, a partir daí, traça planos para trabalhar. Os clientes procuram a gente, ou a gente prospecta clientes quando eles têm problema com a comunicação”, concluiu Gabriel Freire, presidente da Facto.

Confira a reportagem do Portal de Jornalismo

Última atualização em Ter, 19 de Agosto de 2014 16:53